Compreender o Cancro da Mama

Tipos de Cancro

Existem vários tipos de cancro da mama, embora alguns deles sejam extremamente raros. Em alguns casos, um único tumor da mama pode ter uma combinação de vários tipos de cancro da mama, ou uma mistura de cancro invasivo e in situ.

  • Carcinoma ductal in situ

O carcinoma ductal in situ é o tipo de cancro da mama não invasivo mais comum. Neste tipo de cancro, as células cancerígenas existentes no interior dos ductos não atravessaram as paredes dos ductos, o que significa que o cancro não se espalhou ao tecido mamário em redor.
Cerca de 1 em cada 5 casos de cancro da mama serão deste tipo. Quase todas as mulheres diagnosticadas numa fase precoce deste tipo de cancro poderão ser curadas. Uma mamografia é a melhor forma de diagnosticar precocemente este tipo de cancro.

  • Carcinoma lobular in situ

Embora não seja realmente um cancro, o carcinoma lobular in situ é muitas vezes classificado como um tipo de cancro da mama não invasivo. Inicia-se nas glândulas produtoras de leite, mas não cresce além das paredes dos lóbulos.
A maioria dos especialistas de cancro da mama considera que este tipo de tumor não se torna um cancro invasivo, mas as mulheres com esta condição têm maior probabilidade de desenvolver um cancro da mama invasivo. Por esta razão, as mulheres com este tipo de tumor devem fazer regularmente mamografias e ser seguidas por um médico especialista.

  • Carcinoma ductal invasivo (ou infiltrante)

Este é o tipo de cancro da mama mais comum. Inicia-se num dos ductos da mama, atravessa a parede do ducto e cresce no tecido gordo da mama. Neste ponto, ganha a capacidade de se espalhar (metastizar) a outras partes do corpo, através do sistema linfático e da corrente sanguínea. Cerca de 8 em cada 10 cancros da mama invasivos são carcinomas ductais infiltrantes.

  • Carcinoma lobular invasivo (ou infiltrante)
Este tipo de cancro inicia-se nas glândulas produtoras de leite (lóbulos). Tal como no caso anterior, pode-se espalhar (metastizar) a outras partes do corpo. Cerca de 1 em cada 10 cancros da mama invasivos são deste tipo. Pode ser mais difícil de detectar por mamografia do que o carcinoma ductal invasivo.

 

Anterior | Início

Copyright AMPM 2013
Website desenvolvido por Bizzi.pt