Compreender o Cancro da Mama

Cancro da mama

O cancro da mama é um tumor maligno (ou neoplasia maligna) que tem origem em células anormais do tecido da mama. Quando as células do cancro da mama se separam do tumor original, podem invadir o tecido mamário e entrar nos vasos sanguíneos e nos vasos linfáticos. Através deles, as células cancerígenas podem alcançar qualquer tecido do corpo, onde se irão instalar e crescer, formando novos tumores (metástases).

Em Portugal, o cancro da mama é o tipo de cancro mais comum entre as mulheres (excluindo o cancro de pele). Anualmente são detectados cerca de 5000 novos casos de cancro da mama, e 1500 mulheres morrem com esta doença. É uma das doenças com maior impacto na nossa sociedade, não só por ser muito frequente, mas também porque agride um órgão cheio de simbolismo, na maternidade e na feminilidade.

Embora a maioria dos cancros da mama apareça na mulher, esta é uma doença que também pode afectar os homens. Grande parte da informação apresentada nesta secção sobre o cancro da mama é, também, aplicável a homens com cancro da mama.

A investigação continua a esclarecer questões relacionadas com o cancro da mama: são descobertos novos dados acerca das suas causas e novos modos de prevenir, detectar e tratar esta doença. Assim, as pessoas com cancro da mama podem esperar uma melhor qualidade de vida e menor hipótese de morrer devido a esta doença.

 

Anterior | Início

Copyright AMPM 2013
Website desenvolvido por Bizzi.pt